segunda-feira, 30 de janeiro de 2012

terça-feira, 24 de janeiro de 2012

SILÊNCIO!!!


Visualizações de página por país
Brasil
15.085
Estados Unidos
1.001
Portugal
797
Rússia
671
Alemanha
417
França
35
Itália
35
Polônia
26
Japão
19
Suíça
17
Visualizações de página por navegador
Internet Explorer
9.193 (50%)
Chrome
5.778 (31%)
Firefox
2.896 (15%)
Safari
222 (1%)
Opera
188 (1%)
chromeframe
47 (<1%)
GranParadiso
17 (<1%)
Netscape
14 (<1%)
Mobile Safari
7 (<1%)
NS8
7 (<1%)
Visualizações de página por sistema operacional
Windows
17.247 (94%)
Linux
510 (2%)
Other Unix
273 (1%)
Macintosh
154 (<1%)
Nokia
15 (<1%)
iPad
15 (<1%)
iPhone
13 (<1%)
Android
7 (<1%)
iPod
3 (<1%)
BlackBerry
2 (<1%)

ORDENAÇÃO SACERDOTAL PE.JOÉLCIO SAIBOT CM

domingo, 22 de janeiro de 2012

HOMEM DE ORAÇÃO E FÉ Pe.JOÉLCIO SAIBOT Cm

Os dissipulos Missionários de Jesus em ação, saíram a caminho neste Domingo 22 de Janeiro de 2012, ao celeiro das vocações em Mafra Sc. Para juntos celebrarmos a nossa Fé, em comunhão com o nosso amigo Diácono Joélcio Saibot, que durante a Santa Missa, foi ordenado Sacerdote Presbítero, da Santa Igreja pelas mãos do Bispo auxiliar da Arquidiocese de São Luis do Maranhão, Dom José Carlos Chacorowski Cm. A Paróquia São José em Mafra, Santa Catarina, de acordo com o coordenador da Paróquia é um grande celeiro de vocações religiosas, pois para a alegria de toda a comunidade de Fé, com a ordenação a Presbítero de Joélcio Saibot Cm, são já 50 vocações religiosas, nascido neste celeiro de vocações entre o Joélcio, por último o grande Cardeal do Brasil, Dom João Braz de Aviz que nasceu também em Mafra em 24 de abril de 1947. O Presidente da Celebração, Dom José Carlos Chacorowski Cm, estava bastante Feliz e entusiasmado com a ordenação do Pe. Joélcio Saibot Cm. Durante a homilia o Bispo, focou a necessidade de abandonarmos tudo aquilo que não nos ajuda mais na construção do Reino, e nos colocar em nosso quintal para uma faxina, arrancando todo o mato do quintal. A homilia na integra em vídeo, com os demais momentos da celebração, você vai pode vê tudo aqui durante a semana, com as noticias da Igreja que a partir de agora é destaque na Igreja do Brasil e no mundo.

sexta-feira, 20 de janeiro de 2012

Deus, qui Unigéniti tui patiéntia antíqui hostis contrivísti supérbiam: da nobis, quaesumus, quae idem pie pro nobis pértulit, digne recólere; sicque, exemplo ejus, nobis adversántia aequanímiter toleráre. Per eúndem D. N.

quarta-feira, 18 de janeiro de 2012

 Reflexão e Momento de oração


 Hoje tenho tempo, todo o tempo que for necessário para dobrar os meus joelhos, e em silêncio me colocar diante de ti e reconhecer que somente o Senhor é Deus, e Pai. Hoje tenho tempo, todo o tempo para conversar contigo meu Deus, e lhe dizer que verdadeiramente temos um Pai; E tudo isto graça ao nosso irmão, o teu filho Pai o Senhor Jesus. Hoje tenho tempo para te agradecer oh Pai por todas as graças que o Senhor tem derramado em minha vida, na vida de meus familiares, na vida dos meus amigos e na vida de todas aquelas pessoas que nos pede oração. Hoje tenho tempo Pai, para pedir perdão a todas as pessoas que eu fiz sofrer, perdoai me oh Pai. Hoje tenho tempo, todo o tempo, para te implorar oh Pai, por todas as pessoas que estão sofrendo, em suas diversas necessidades e carências, e vem até nós pedir o nosso amparo a nossa oração; Sabe Pai o nosso amigo o Profeta Isaías nos afirma, que o nosso irmão Jesus, teve um amor tão grande por cada um de teus filhos Pai, que levou sobre-si as nossas dores, as nossas chagas, as nossas enfermidades e todo o sofrimento Pai , que nós não fossemos capaz de supor-talo, por isso oh Pai, neste momento em nome do Amor, que o teu filho Jesus teve por cada um de nós concedei neste momento oh Pai, a graça que esta pessoa, que neste momento está junto conosco em oração e a todas as pessoas que estão sofrendo e implorando a nossa oração, concedei oh Pai a todos em nome de Jesus a graça  na vida de todos os seus filhos. Concedei a todos também oh Pai o teu Espirito, para que eles saibam ouvir, discernir e compreender a tua vontade, Ámen! A nossa profissão de Fé; Creio em Deus Pai, todo poderoso...  

domingo, 8 de janeiro de 2012

SANTO ANTONIO VOLTOU PARA CASA.




Deus manifestou-se. Estava eu a caminho da casa de meu Pai, no Bairro Campo Comprido neste Domingo, quando derrepente decidi chegar até a Paróquia Santo Antonio em Orleans, Curitiba. Assim que cheguei fui bem acolhido pelo Pároco Gilson Camargo Cm, que em estado de alegria fez uma bela homilia, voltado a Epifania. Nos ritos finais, antes do envio, o Liturgo Pároco Gilson Camargo Cm, se dirigiu a toda comunidade de Fé, com um grande presente; Segundo Pe.Gilson Camargo Cm, com a divulgação das festividades da festa dos 75 anos da Paróquia Santo Antonio, onde foi pedido a comunidade de Fé, que ajudasse a contar um pouco da história da Paróquia Santo Antonio, aconteceu uma surpresa. Um Senhor entrou em contato com a Paróquia e disse que sua esposa tinha morrido a 5 anos, e a esposa tinha uma imagem grande de Santo Antonio, onde ele o marido, não tinha interesse para com a imagem e gostaria que a Paróquia ficasse com a imagem. Segundo Pe.Gilson Camargo está imagem estava com este casal, de acordo com as informações a 20 anos, e segundo a informação a família que passou a imagem a este casal, estava com a imagem de Santo Antonio, a mais ou menos 70 anos. Diante do fato Pe.Gilson Camargo Cm,  pediu que a imagem fosse trazido de imediato a sua casa, e ficasse com ele. Pois segundo o Padre, no ano de 1880 o Imperador D.Pedro II, quando passou por Curitiba e estava a caminho de Ponta Grossa, deixou os Sinos para a Igreja que estão até hoje, e em seguida o Imperador D.Pedro II, doou a imagem de Santo Antonio a comunidade de Fé em Orleans. Ocorre que no ano de 1920, com os inicios da construção da nova Igreja, não se sabe o motivo a imagem de Santo Antonio, doada por D.Pedro II, desapareceu. Diante do fato e surpreso com a imagem de Santo Antonio, o Liturgo Gilson Camargo Cm, solicitou que um perito em imagens de antiguidades, desce o seu parecer sobre a imagem de Santo Antonio. O perito constatou que se travava de imagem da época do Império; Desta forma ficou claro a toda comunidade de Fé, que Santo Antonio voltou para casa com o menino Jesus. A Imagem foi apresentada na Missa conforme foto a cima, e partir da próxima festa da Paróquia, em 13 de Junho 2012, a imagem estará no andor, para as festividades, depois de mais de 90 anos. Ass.Tarcisio Cirino   Curitiba 08 Janeiro 2012.

quarta-feira, 4 de janeiro de 2012

BRASIL VAI GANHA NOVO CARDEAL

 

Segundo os nossos amigos da Romereports, Dom João Braz de Aviz, poderá ser o novo Cardeal do Brasil entre 15 novos Cardeais. Dom João Braz de Aviz nasceu em Mafra (SC), em 24 de abril de 1947. 
“Após frequentar os estudos filosóficos no Seminário Maior Rainha dos Apóstolos, de Curitiba, e na Faculdade de Palmas (PR), completou os estudos teológicos em Roma, junto à Pontifícia Universidade Gregoriana, e foi laureado em Teologia Dogmática junto à Pontifícia Universidade Lateranense, em 1992”.

Foi ordenado sacerdote da diocese de Apucarana (PR) em novembro de 1972 e nomeado reitor do Seminário Maior de Apucarana e de Londrina e professor de Teologia Dogmática junto ao Instituto Paulo VI, em Londrina (PR). Foi também membro do Conselho presbiteral e do Colégio dos Consultores, bem como coordenador geral da pastoral diocesana de Apucarana.

Em 6 de abril de 1994, foi nomeado bispo auxiliar da arquidiocese de Vitória (ES). Foi também bispo de Ponta Grossa (PR) e arcebispo de Maringá (PR). Em 28 de janeiro de 2004 foi nomeado arcebispo de Brasília.  Atualmente é  prefeito da Congregação para os Institutos de Vida Consagrada e Sociedades de Vida Apostólica.

terça-feira, 3 de janeiro de 2012

Brasileiro é o novo Diretor Geral FAO

(3/1/2012) No acolhimento generoso e amoroso de cada vida humana, sobretudo daquela débil e doente, o cristão manifesta um aspecto importante do próprio testemunho evangélico, segundo o exemplo de Cristo que se dobrou sobre os sofrimentos materiais e espirituais do homem para o curar. Afirmou o Papa na sua mensagem para o XX dia mundial do doente que será celebrado a 11 de fevereiro.
Bento XVI manifesta a própria proximidade espiritual a todos os doentes que se encontram nos lugares de cura ou que são acudidos nas famílias exprimindo a cada um a solicitude e o afecto da Igreja inteira e recorda como o momento do sofrimento, no qual poderia surgir a tentação de abandonar-se ao desencorajamento e ao desespero, pode transformar-se num tempo de graça para entrar em si mesmos e como o filho pródigo da parábola evangélica, repensar a própria vida reconhecendo erros e falências, sentir a saudade do abraço do Pai e percorrer de novo o caminho para a sua Casa.
Na sua mensagem o Papa relaciona os “sofrimentos materiais e espirituais do ser humano”, falando num “binómio entre a saúde física e a renovação após as lacerações da alma”.
“Desejo encorajar os doentes e os que sofrem a encontrarem sempre uma âncora segura na fé, alimentada pela escuta da Palavra de Deus, pela oração pessoal e os sacramentos, ao mesmo tempo que convido os pastores a estarem cada vez mais disponíveis para as celebrações pelos doentes”, diz Bento XVI.
A mensagem papal sublinha, a este respeito, a presença dos padres nos hospitais, uma missão “delicada” que deve fazer deles “verdadeiros ministros dos doentes”, e centra a sua reflexão nos chamados ‘sacramentos de cura’, ou seja, a Penitência (confissão) e a Unção dos Doentes.
“O momento do sofrimento, no qual poderia surgir a tentação de se abandonar ao desânimo e ao desespero, pode transformar-se em tempo de graça para entrar de novo dentro de si próprio”, indica o texto, que tem como tema ‘Levanta-te e vai. A tua fé te salvou’, expressão retirada do Evangelho segundo São Lucas.
Bento XVI frisa a “importância da fé para os que, atingidos pelo sofrimento e a doença, se aproximam do Senhor”, acrescentado que “quem acredita nunca está só”.
“Quem, no seu próprio sofrimento e doença, invoca o Senhor, está certo de que o seu amor nunca o abandona e que também o amor da Igreja nunca falta”, escreve.
Relativamente à Unção dos Doentes [conhecida popularmente como ‘extrema unção’, embora a denominação não seja correta], o Papa espera uma “maior consideração” tanto na reflexão teológica como na “ação pastoral” junto de quem vive uma situação de doença.
“A atenção e o cuidado pastoral para com os doentes é sinal, por um lado, da ternura de Deus para quem está no sofrimento e, por outro, traz vantagem espiritual também ao sacerdote e a toda a comunidade cristã”, assinala.
A mensagem de Bento XVI observa ainda a “importância da Eucaristia”, desejando que as comunidades paroquiais “assegurem aos que, por motivos de saúde ou de idade não pode deslocar-se aos locais de culto, a possibilidade de aceder com frequência à comunhão sacramental”.
O Papa deixa uma palavra de “agradecimento”, em nome pessoal e de toda a Igreja, a quantos trabalham no mundo da saúde e às famílias dos doentes, “porque, na competência profissional e no silêncio, muitas vezes, também, sem mencionar o nome de Cristo o manifestam concretamente”.A caridade de Bento XVI, próximo dos mais pobres da terra




Cidade do Vaticano (RV) - Bento XVI ofereceu mais de R$ 7 milhões para ajudar as pessoas atingidas por situações de emergência em todo o mundo em 2011. As ajudas foram repassadas por meio do Pontifício Conselho ‘Cor Unum’, organismo de caridade da Santa Sé.

Em entrevista ao jornal vaticano, ‘L’Osservatore Romano’, Dom Giampietro Dal Toso, secretário do Pontifício Conselho, explica que deste total, foram doados o equivalente a cerca de R$ 3,7 milhões para a Fundação Populorum Progressio a serviço das comunidades rurais da América Latina e do Caribe.

Também foram destinados cerca de R$ 3,4 milhões para os projetos da Fundação João Paulo II para o Sahel - região da África entre o deserto do Saara e as savanas ao sul – e no apoio aos países africanos ameaçados pela desertificação.

“Não são números exorbitantes, mas o seu valor reside no fato que manifestam o desejo do Papa de estar próximo dos muitos pobres da terra” - acrescentou o secretário do Conselho.

As situações de emergência atendidas compreendem o terremoto, o tsunami e o consequente desastre nuclear em Fukushima, no Japão; as inundações no sudeste asiático, América Central e Filipinas; a reconstrução do Haiti após o terremoto de 2010; e a crise alimentar no Chifre da África.

Segundo Dom Giampietro Dal Toso, “a crise econômica pesa sobre as famílias e é significativo como a Caritas, em diversos níveis, ou como o Banco Alimentar, na Itália, estejam cada vez mais comprometidos em assegurar itens de primeira necessidade a famílias pobres, idosos e pais com filhos”.
(CM)

Eu Só Tenho Um Caminho!

Sabe amigo! Derrepente você está chateado, no caminho que juntos teremos que percorrer; Olha as vezes eu penso em mudar o caminho! As vezes os passarinhos verde, chega e me diz; olha vai porá aqui, é mais fascil, você vai ter mais sucesso; Mais ai vem a voz do Vento e junto com o Vento a voz da consciência, e ai o que fazer? As vezes procuro conversar com meu Pai; Ai meu Pai me diz; Olha observa a Luz, para que tenha Luz é preciso dois fios, apenas um fio uma corrente não há Luz, e isto dentro do plano espiritual é um Mistério; E ai amigo eu começo a entender que só tenho um Caminho, um Jeito que tenho que escolher para trilhar este Caminho; Veja amigo os nossos objetivos são os mesmos; Fazer a Luz de Deus brilhar no mundo, para que assim o Reino de Deus, possa de fato acontecer neste mundo! Eu confesso que se estivesse em teu lugar, não teria toda a sua paciência; Mas olha 'Não tenhas medo; Siga em frente, e não olhe para trás, nós só temos um Caminho, para que juntos possamos transmitir a Luz ao mundo. A vida de Pe.Pio é uma  boa reflexão, um abraço Tarcisio